Frente única e democracia para derrotar aumentos de Alckmin e Doria

Johannes Halter

doriaGeraldo Alckmin e João Doria passaram a perna na população. Usaram do típico falatório político para conseguir votos. O agora prefeito, apoiado pelo governador, prometeu na campanha não aumentar a tarifa. Ao assumir a Prefeitura, abraçou seu colega para dizer que manteria o valor unitário da passagem em R$ 3,80.

Feminismo segundo a perspectiva marxista (Parte 4)

Clítia Daniel

fem

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o movimento feminista no mundo tem sua força renovada e encontra meios para o atendimento de reivindicações da mulher. Isso ocorreu devido tanto às possibilidades materiais do momento, que se expandiram após a destruição em massa de forças produtivas na guerra e o consequente “boom” econômico, quanto aos interesses da classe dominante, sendo um deles a contenção da “ameaça comunista” pelo mundo, fazendo concessões, “dando os anéis para não perder os dedos”.

50 anos da Revolução Cultural: uma análise marxista

Arthur Penna

maoHá cinquenta anos, no ano de 1966, o então líder chinês Mao Tsé-Tung anunciava sua mais nova campanha: a Revolução Cultural. Começava aí um dos episódios mais traumáticos do século 20 e até mesmo da milenar história chinesa. As ondas de choque que balançaram tão intensamente essa nação asiática ficariam marcadas na consciência de toda uma geração, e até hoje o estudo desse assunto estimula debates intensos e apaixonados.

Para que as mulheres sírias não morram em silêncio

Larissa Vicentini*

siriaEu li uma notícia que me embrulhou o estômago no almoço. As lágrimas vieram silenciosas. Tem mulheres e meninas morrendo. Em algum lugar do mundo que está declaradamente em guerra. Famílias pedindo permissão a seus líderes religiosos para que elas tenham a chance de se matar antes que o exército inimigo chegue. Uma bola se formou na minha garganta e senti meu humor adoecer. Engoli seco.

É tempo de lutar

Liberdade e Luta - Bauru

bauruA cada dia a juventude e a classe trabalhadora sofrem com ataques novos e mais profundos. A PEC 55, que precariza os serviços públicos, utilizados principalmente pela população mais pobre, foi aprovada no Senado para valer por 20 anos. Manifestantes contrários à PEC foram tratados com a típica truculência da Polícia Militar e mais de 100 foram detidos.

Contra o congelamento das vagas das Universidades Federais

Gabriel Pinho

unifedQuinta-feira, 11 de agosto de 2016, Governo Temer anuncia o corte de até 45% dos investimentos nas Universidades Federais para 2017. Quinta-feira, 06 de outubro de 2016, o número de matrículas no ensino superior privado passa de 6 milhões, representando 87,5% das matrículas no país. Terça-feira, 29 de novembro de 2016, fundos de investimento miram o ensino superior privado.

A greve nacional da educação pode barrar a Reforma do Ensino Médio e a PEC de Temer

Pedro Bernardes

reformaO Governo Temer, desde antes de sua nomeação oficial, apesar de sua clara fragilidade, desfere ataque sobre ataque contra a classe trabalhadora. Não poderia ser diferente, ele só está ali para isso. É nesse sentido que a Reforma do Ensino Médio e a PEC 55 (antiga PEC 241) são pautadas ainda este ano como medidas que significarão o desmonte da escola e da saúde públicas no Brasil.

Inscrever-se em