SINTUSP fica! Pelo direito da organização política dentro e fora da USP!

Evelyn Gonzalez

SINTUSP

A reitoria da USP, em conjunto com um forte e ostensivo corpo da PM de Alckmin, cercou com grades a sede do Sindicato dos Trabalhadores da USP (SINTUSP) a três dias do recesso de Natal. Finalizado no começo deste ano, a grade foi feita com a pretensão de cercar todo o espaço onde se encontra a sede do SINTUSP, bem como os espaços estudantis da ECA (Centro Acadêmico, Atlética e todo o espaço da chamada “prainha”, local de convívio estudantil).

Organizar, mobilizar, unir: lutar pela Revolução!

Declaração do Acampamento Revolucionário da Liberdade e Luta
acamp

Faz um ano que fundamos a Liberdade e Luta em um acampamento na fábrica ocupada pelos trabalhadores Flaskô. Em nosso Manifesto, declaramos que lutamos pela liberdade, e que ser livres é tudo o que queremos. Mas também deixamos claro que temos consciência de que não é possível ter liberdade de fato num mundo capitalista. Desejamos um mundo onde seremos socialmente iguais, individualmente diferentes vivendo em liberdade. E falamos bem alto que nós sonhamos, mas que também lutaremos permanentemente para tornar nossos sonhos realidade.

Acampamento da Liberdade e Luta: a juventude e a luta pela revolução

Lucas Borba

campfinalO Acampamento Revolucionário da Liberdade e Luta foi encerrado na manhã de ontem (29/1) com um clima de entusiasmo para o próximo período que se apresenta . A plenária final elegeu os novos membros da direção e fez uma breve avaliação sobre os trabalhos do próximo período.

Terceiro dia do Acampamento discute a prática da Liberdade e Luta

Bruna dos Reis

tercDepois de acordar ao som de Bella Ciao, executada pela comissão de alvorada, os mais de cem jovens que participavam do Acampamento Revolucionário, organizado pela Liberdade e Luta (LL), se dividiram em três grupos de trabalho, conforme sua experiência militante: Secundarista, Universitário e Movimentos Sociais.

Um roteiro pela instabilidade política mundial no Acampamento Revolucionário

Johannes Halter

segdiaUma intensa bateria de debates políticos e teóricos marcaram o segundo dia do Acampamento Revolucionário da Liberdade e Luta. E todo o esforço de concentração e aprimoramento  nesta sexta-feira (27/1)  foi coroado com um luau na Praia dos Ingleses, em Florianópolis.

Começa o Acampamento Revolucionário da Liberdade e Luta

Lucas Borba

acampaNa tarde de ontem (26/1), teve início o Acampamento Revolucionário da Liberdade e Luta, em Florianópolis (SC). Delegações de todo o país chegaram pela manhã, fizeram o credenciamento e se alojaram na Escola Municipal Profª Herondina Medeiros Zeferino.  Foi o começo de quatro dias de debates e construção de um ano de muita luta.

Frente única e democracia para derrotar aumentos de Alckmin e Doria

Johannes Halter

doriaGeraldo Alckmin e João Doria passaram a perna na população. Usaram do típico falatório político para conseguir votos. O agora prefeito, apoiado pelo governador, prometeu na campanha não aumentar a tarifa. Ao assumir a Prefeitura, abraçou seu colega para dizer que manteria o valor unitário da passagem em R$ 3,80.

Feminismo segundo a perspectiva marxista (Parte 4)

Simone Daniela

fem

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o movimento feminista no mundo tem sua força renovada e encontra meios para o atendimento de reivindicações da mulher. Isso ocorreu devido tanto às possibilidades materiais do momento, que se expandiram após a destruição em massa de forças produtivas na guerra e o consequente “boom” econômico, quanto aos interesses da classe dominante, sendo um deles a contenção da “ameaça comunista” pelo mundo, fazendo concessões, “dando os anéis para não perder os dedos”.

Inscrever-se em