Liberdade e Luta e MNS discutem a luta contra o racismo no 13 de maio

Ariele Efting e Mayara Colzani
mnsll1

No último 13 de maio, sábado, o núcleo da Liberdade e Luta Joinville (SC), juntamente com o Movimento Negro Socialista (MNS) realizou uma atividade com o objetivo de discutir a luta contra o racismo nas universidades, nos ambientes de trabalho e também sua perspectiva histórica. Na mesa estavam: Ariele, militante do MNS e da LL, Flávia, dirigente do Sinsej e militante da Esquerda Marxista e Consola, militante do MNS.

Durante a discussão foram abordados temas como violência policial, condições de trabalho, condições de moradia e educação de qualidade para todos. O dia 13 de maio deve ser lembrado como um dia histórico de luta contra o racismo e de organização da classe trabalhadora, que lutou arduamente pelo fim da escravidão. Também não podemos nos esquecer a raiz de todas as opressões está no sistema capitalista. Portanto, lutar contra o racismo deve significar também lutar contra o capitalismo e pelo fim da propriedade privada.

Liberdade e Luta rumo ao 55º CONUNE

Após a atividade, que reuniu cerca de 35 pessoas, a LL organizou uma oficina de faixas e vendas de comida para arrecadar pro Congresso da UNE que acontecerá em Belo Horizonte no mês de junho. Os estudantes de quatro universidades onde a LL está concorrendo ao processo eleitoral (Univille, Sociesc, UDESC  e Ielusc) pintaram faixas e vão espalhá-las pelas universidades durante a semana. Mais atividades como essa de arrecadação e agitação estão sendo organizadas em Joinville e convidamos todos a participar com a gente.

mnsll2mnsll3mnsll4

 

Data post