Liberdade e Luta no 55º Conune

Kályta Morgana de Lima
Liberdade e Luta no 55º Conune

A delegação da Liberdade e Luta (LL) chegou nesta quinta-feira (15/6), no 55° Congresso da UNE (Conune), em Belo Horizonte (MG). Após o credenciamento dos delegados, suplentes e observadores, os estudantes jantaram e se acomodaram no alojamento. No dia seguinte (16/6), iniciaram as intervenções da LL no Congresso. 

Pela manhã, os militantes se separaram em equipes para cuidar da banca de livros, da venda de camisetas e demais materiais para arrecadação, dos instrumentos musicais para os atos, serviço de ordem, entre outros. Além disso, todos se revezaram para dialogar com os demais participantes do Conune, apresentando a pré-tese ao Congresso: "A Liberdade é a nossa meta, a Luta é o nosso método", também explicando a análise de conjuntura e as ideias da LL aos contatos. 

A delegação da LL participou de alguns dos debates do Congresso, como o que tratava da "Escola Sem Partido", conhecido como Lei da Mordaça. O presidente da União Joinvilense dos Estudantes Secundaristas (Ujes) e membro da coordenação nacional da Liberdade e Luta, Jonathan Vitório, participou como observador  e interviu na discussão. Ele contou na mesa sobre como foi o combate contra a Lei da Mordaça em Joinville e como a intervenção da LL ajudou a derrubar essa medida. 

No final da tarde, aconteceu a Plenária da Liberdade e Luta, reunindo contatos e militantes. O membro da CN Evandro Colzani, fez um balanço sobre a política nacional, a intervenção da LL nas escolas e universidades e qual o papel da UNE. Conforme Evandro, cabe à UNE retornar ao centro de sua luta por uma educação pública, gratuita e para todos. “Esse é o verdadeiro papel da UNE, foi para isso e nasceu e para isso nós da Liberdade e Luta nos mobilizamos neste Congresso”. 

Em seguida, militantes da LL se inscreveram e enfatizaram o porquê de não levantar palavras de ordem como Diretas Já! e Eleições Gerais. A LL defende um governo dos trabalhadores e da juventude, por isso pede o Fora Temer e o Congresso Nacional. A LL também é contra todas as reformas que o governo Temer tenta aprovar. 

Ato de oposição de esquerda

À noite, o bloco da LL participou de um ato com algumas forças da oposição de esquerda - o qual faz parte atualmente. A manifestação iniciou no Campus da Universidade Federal de Minas Gerais, onde acontece o congresso, e logo em seguida alguns ônibus levaram presentes para o ato principal, no centro de Belo Horizonte. Lá, enquanto a majoritário da UNE reunia seus delegados para uma espécie de ato-festa, parte da oposição de esquerda saiu pelas ruas em protesto. Os militantes foram até o escritório do senador Aécio Neves, escrachando um dos maiores inimigos dos trabalhadores e da juventude. 

O congresso acontece até domingo (18/6), data que uma nova direção da UNE será eleita. Até lá, a Liberdade e Luta continuará dialogando e reunindo contatos. 

# Educação pública e gratuita para todos
# Fora Temer e o Congresso Nacional
#Por um governo dos trabalhadores

LL no 55º Conune

LL no 55º Conune

*Confira mais fotos do bloco da LL na página do Facebook.

Data post