A crise do capital e os impactos no ensino superior privado: um chamado à organização!

Comitê Fora Bolsonaro das universidades pagas
foto

O Capitalismo está passando por uma de suas mais profundas crises atualmente, crise essa que já vem de anos, mas que foi acentuada pela pandemia do covid-19, em que a desigualdade está aumentando e a classe trabalhadora e a juventude sofrendo com ataques cada vez mais recorrentes, como desemprego, redução de salários, precarização dos serviços públicos, entre tantos outros ataques, na qual a burguesia e seus serviçais impõem aos trabalhadores.

Para os trabalhadores e a juventude fica cada vez mais evidente a quem Bolsonaro serve, que são os interesses dos grandes empresários e dos grandes banqueiros nacionais e internacionais. A pandemia deixou isso claro, a partir do momento em que o estado não garantiu as condições para os trabalhadores ficarem de quarentena, muito pelo contrário, a mando dos grandes capitalistas, Bolsonaro e os governadores, mantiveram grande parte das indústrias, comércios e pontos turísticos funcionando normalmente, obrigando grande parte dos trabalhadores a continuar seus trabalhos, sob risco de contaminação e consequentemente, risco de vida.

Mais uma prova de que Bolsonaro e o congresso nacional não representam os trabalhadores, é a proposta de orçamento do governo para 2021, no qual prevê corte de investimentos em educação, ciência e saúde. Esses cortes impactam diretamente na vida dos trabalhadores e da juventude, ainda mais sob uma pandemia, na qual a saúde é uma questão emergencial para salvar vidas, e a grande de maioria dos trabalhadores depende dos serviços públicos de saúde, enquanto os ricos se tratam nos melhores e mais caros hospitais privados.

**Conheça e assine o Manifesto da Liberdade e luta, contra a aprovação orçamento de guerra proposto pelo gov. Bolsonaro que corta investimentos da ciência, saúde e educação: http://liberdadeeluta.org/node/634

A Esquerda Marxista e a Liberdade e Luta entendem que a única saída para que a classe trabalhadora e a juventude deixem de sofrer todos esses ataques, opressões cotidianas e risco de vida pela contaminação do covid-19, é necessário que lhes sejam garantidos, o direito a quarentena e a serviços públicos, gratuitos e para todos. Para isso é necessário que os trabalhadores se organizem na luta pelo Fora Bolsonaro, que não representa seus interesses, e que constitua um governo seu, ou seja, um governo dos trabalhadores sem patrões e nem generais.

Diante disso, a Liberdade e luta está realizando diversos comitês por Fora Bolsonaro no Brasil. E neste domingo (13\09) às 11h, realizará o lançamento do comitê de ação por Fora Bolsonaro das Universidades Pagas.

Para participar, basta preencher o Formulário: https://forms.gle/tzbTuprsGuCyhRmY7

O objetivo desse comitê é construir a luta coletivamente com os estudantes e professores das universidades privadas contra todos os ataques que estão sofrendo e a luta pelo Fora Bolsonaro. Então convidamos para uma entrevista a estudante de Marketing da FMU e militante da Liberdade e luta, Naylla Manenti, para falar sobre a situação das Universidades privadas.

A entrevista completa você confere na edição 15 do Foice & Martelo que será lançada na próxima semana!

Data post