abaixo a repressão

Nota de repúdio à repressão contra estudantes da Universidade Nacional Autônoma de Honduras

Liberdade e Luta

logopit_15614258817911121628454695731976.jpg

A Liberdade e Luta, organização revolucionária de jovens no Brasil,  repudia a ação da Polícia Militar de Honduras que covardemente reprimiu os estudantes da Universidade Nacional Autônoma de Honduras (UNAH) ontem (24/6). 

Paquistão: seis camaradas presos pelo exército!

CMI Paquistão

paquisSeis camaradas da CMI foram presos hoje (22/4) em Karachi pelo Exército e pelos Rangers Sindh, um infame departamento estatal paramilitar destinado a assassinatos extrajudiciais. Necessitamos levar isto aos movimentos dos trabalhadores e dos estudantes de todo o mundo. Necessitamos de mensagens de protesto e de solidariedade. Agora!

Universidade de Nanterre: liberte nossos camaradas.

Révolution

victorNo dia 9 de abril, a presidência da Universidade de Nanterre, chamou a Polícia Nacional Francesa para prender estudantes marxistas e ativistas, que estavam reunidos em Assembleia Geral no anfiteatro do campus. O saldo da ação foi: agressão violenta à centenas de estudantes; 7 estudantes presos e 6 sob custódia. Dentre eles, os camaradas Andreas Coste e Victor Mendez ( foto).

Solidariedade ao estudante Mateus Ferreira. Queremos o Fim da Polícia Militar!

Liberdade e Luta
matheusf

Durante a Greve Geral do dia 28 de abril o estudante de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (UFG), Mateus Ferreira, foi violentamente agredido pela Polícia Militar. O estudante encontra-se internado com diagnóstico de traumatismo craniano e corre risco de morte.

A paz social e o direito à vida

Pedro Henrique Corrêa
pm

Milhares de jovens querem ter o direito de simplesmente viver. Assegurado no papel pela Constituição burguesa, cada dia mais a polícia e as dificuldades geradas pela pobreza e pela miséria mostram que esse direito é considerado apenas como uma abstração jurídica pelo Estado. Abstração,  já que depende de quem analisa e de onde se aplica.

A luta contra o PL 202/16 continua!

Liberdade e Luta - Bauru

Liberdade e LutaBauru - SP, 06 de março. O auditório da Câmara foi completamente ocupado por manifestantes contrários ao PL que criminaliza festas na cidade.

Depois da densa argumentação apresentada contra o PL na audiência pública, realizada no dia 17 de fevereiro, a Liberdade e Luta, em acordo com outros grupos que formam a frente de oposição ao PL, rejeitou a proposta de compor uma comissão para criação de emendas ao projeto, feita pelo presidente da Câmara, Sandro Bússola (PDT).

Inscrever-se em abaixo a repressão