educação

Cortes no investimento do INPE: ciência brasileira pede socorro

Ueslei Adriano Sutil*

inpe.jpgO INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) tem como projeto a promoção e execução de estudos, pesquisas e desenvolvimento tecnológico nos campos da ciência espacial e da atmosfera, meteorologia, engenharia e tecnologia espacial e busca influir positivamente na qualidade de vida da população brasileira e no desenvolvimento da ciência do país. Em 2018, o instituto teve o menor orçamento em pelo menos dez anos.

Educação sucateada: salas de aula lotadas e falta de professores especializados

Gustavo Estevão

33783f7d01c9bc9262537326534e8e12.jpg

Pesquisas recentes afirmam que o Brasil possui um dos maiores números de alunos por sala de aula no ensino médio, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De acordo com os dados, as escolas públicas do Brasil têm de 22 dois alunos por professor no primeiro ano do ensino médio.

Entidades de professores e estudantes barram farsa da BNCC em São Paulo

Coletivo Educadores pelo Socialismo
protesto-dos-professores.jpg

O governo Temer, via um Conselho Nacional da Educação (CNE) comprometido com o interesse da privatização da escola pública, vem promovendo em todo o Brasil o que chama de “audiências públicas” para debater com a “sociedade civil” a Base Nacional Curricular Comum. Contudo, não é isso o que ocorre.

A luta dos professores das escolas privadas de São Paulo

Ana Carolina da Silva
greve%20sp.jpg

Pouco mais de 100 escolas da rede privada de São Paulo paralisaram na última semana de maio para reivindicar a permanência dos benefícios da atual convenção coletiva até fevereiro de 2019. Os professores estão se mobilizando desde março deste ano para impedir essas mudanças na convenção, a redução do recesso escolar e do número de bolsas por filhos.

Somente a luta pela Educação Pública pode salvar as universidades em crise

Evandro Colzani
unicrise

No último dia 24 os servidores públicos e funcionários terceirizados da Universidade de Brasília (UnB) entraram em greve para defender os terceirizados ameaçados de demissão. Alguns dias antes, 12 de abril, estudantes já haviam ocupado a reitoria da universidade com base na mesma pauta.

Inscrever-se em educação