Liberdade e Luta lança brochura sobre Lei da Mordaça

Liberdade e Luta

 

capabrochuraApresentação

O projeto Lei da Mordaça, criado em 2004 pela ONG Escola Sem Partido (ESP), surgiu para combater a suposta ideologização realizada por professores de esquerda nas salas de aula. Ela ganhou espaço a partir do desenvolvimento da crise mundial do capitalismo e, principalmente, após as Jornadas de Junho de 2013. Atualmente é debatida no Congresso Nacional e em quase todas as assembleias legislativas do país.

Se a crise orgânica no capital explica a “popularidade” da lei, ao mesmo tempo também é responsável pela sua criação. Os defensores do projeto são os elementos que formam a escória da política brasileira, que não se incomodam em jogar no lixo a própria democracia burguesa para combater a classe operária e a juventude que desperta para a luta. 

Mas é necessário expor também um outro fator que contribuiu com o surgimento dessa lei. Nos últimos anos, os livros didáticos começaram a apresentar todos os “avanços” dos governos Lula/Dilma. Nesses livros, ideias reacionárias como racialismo e o multiculturalismo começaram a ser defendidos.  De acordo com alguns materiais, não houveram privatizações durante o governo do PT e não explica-se que as “concessões” de rodovias, portos, aeroportos, hidrelétricas são exatamente isso. Não é possível concordar com as posições absurdas da ESP, mas é inegável que nesses livros existem mentiras que tentam justificar anos de política reformista do PT.

Os textos que estão na brochura lançada agora foram desenvolvidos por militantes da Liberdade e Luta e seus apoiadores no calor da batalha contra essa ONG e seu projeto retrógrado. Iniciamos uma campanha nacional em março deste ano contra a Lei da Mordaça logo após a aprovação da mesma na Câmara de Vereadores de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Esse material é fruto de um esforço para explicar as terríveis consequências desse projeto e mostrar que é possível derrotá-lo, como fizemos em Campo Grande.

A Lei da Mordaça é um ataque contra a juventude e contra os trabalhadores. É um fruto da barbárie capitalista e não traz nenhum benefício para a educação. Nossa palavra de ordem permanecerá firme até o dia em que derrotarmos esse projeto: Abaixo a Lei da Mordaça!

LEIA ONLINE

FAÇA DOWNLOAD DO ARQUIVO DE IMPRESSÃO

Data post