O Dia do Estudante

Lucy Dias
est

O Dia do Estudante, 11 de Agosto no Brasil, é comemorado há quase 100 anos. Nasceu homenageando as primeiras faculdades de direito criadas no Brasil.

Esta data foi reforçada com a criação da UNE no mesmo dia, há 80 anos.

Também é comemorado mundialmente, no dia 17 de Novembro, em memória aos estudantes da Tchecoslováquia que lutaram contra a invasão nazista, em 1937.

Mas para que serve o dia do estudante? Em 2016, a UNE convocava atos no dia 11.08. E, entre as suas pautas, a defesa do FIES, 10% do PIB para a educação e contra os “‘reajustes abusivos”’ de mensalidades. Uma forma de defender a continuidade do sistema privado de ensino, de defender um ensino para poucos.

No 55º CONUNE, a entidade “‘elegeu”’ sua direção e linha política majoritárias sob a base das Diretas Já, “‘em defesa da democracia, da educação e do Brasil”’. Em outras palavras, uma UNE nacionalista, comprometida com a democracia burguesa e com uma educação, qualquer coisa, menos gratuita e para todos.

Para a Liberdade e Luta, o Dia do Estudante deve ser um dia de mobilização pela base. Um dia de luta pela revogação da Reforma do Ensino Médio, de lutar pela Tarifa Zero, por Educação Pública, Gratuita e Para Todos, pelo Fora Temer e o Congresso Nacional!

Esse dia deve continuar nas lutas locais, deve meter medo nos diretores autoritários das escolas, deve fazer tremer a burguesia expressa nos reitores das universidades e deve mostrar que a juventude é o futuro e no nosso futuro não há espaço para fome, miséria, ignorância e exploração!

Data post