Escola Sem Partido: a mordaça é seletiva

Jonathan Vitorio

bolsonaroNo último período, o  projeto de lei Escola Sem Partido tem sido novamente discutido, pois avança em algumas regiões como Campinas e tramita em câmaras   municipais, estaduais e federal do Brasil.

Curioso é que, no dia 28 de agosto, em sua página do Facebook, a ONG Escola Sem Partido postou um vídeo onde Jair Messias Bolsonaro, do PSC - Partido Social Cristão, faz a defesa do projeto. Um ponto que chama bastante atenção e que fica visível é que, a mordaça que a ONG  quer aplicar tem um lado e é seletiva. Se não fosse isso, um vídeo que viralizou na internet em que estudantes de uma escola militar, em fila, repetem as palavras de um militar e em coro, chamando Bolsonaro de salvação da nação, teria recebido reprovação  dos apoiadores e integrantes da Escola Sem Partido, mas não foi o que aconteceu.

A Liberdade e Luta se posiciona totalmente contrária ao projeto, queremos que a juventude tenha acesso ao conhecimento, que a história não seja esquecida e que possamos aprender com a história para que o conhecimento avance e seja um direito de todos.

Data post