Campanha Internacional por uma investigação independente da execução de Marielle

Liberdade e Luta
capam

No dia 14 de março Marielle Franco e Anderson Gomes foram executados. O acontecimento ganhou repercussão mundial e tomou as ruas do país com manifestações. 

Vimos a burguesia sendo obrigado a se pronunciar de maneira hipócrita pelo assassinato da vereadora do PSOL. A mídia escondeu a revolta popular contra o governo, contra a intervenção federal no Rio de Janeiro e contra a polícia militar. Os grupos de extrema direita têm, cada vez mais, propagado mentiras sobre a vida e a luta de Marielle. 
A execução de uma militante de esquerda é mais uma prova de que o que vivemos é a barbárie. Marielle denunciava os crimes e os abusos da polícia na intervenção do RJ.

Jovens negros e pobres continuam morrendo nas favelas ao redor do país. Um manifesto internacional foi lançado reivindicando uma investigação independente da execução de Marielle. Não confiamos nas instituições burguesas. O Estado burguês está a serviço da classe dominante e contra a luta da classe trabalhadora. Acreditamos que uma comissão independente deve ser formada, com total acesso aos dados e arquivos da polícia. Lutar pela verdade, para desvendar quem foram os mandantes e executores de Marielle e Anderson.

A juventude e a classe trabalhadora estão dispostas a combater o sistema capitalista. A reação popular contra a execução é mais um exemplo disso. Pedimos aos jovens e a toda a classe trabalhadora que assinem o manifesto e que continuem na lida contra toda a repressão desse sistema.

PELO FIM DA POLÍCIA MILITAR!
PELO FIM DA BARBÁRIE CAPITALISTA!
POR UM MUNDO SOCIALISTA!

Data post