Universidade de Nanterre: liberte nossos camaradas.

Révolution

victorNo dia 9 de abril, a presidência da Universidade de Nanterre, chamou a Polícia Nacional Francesa para prender estudantes marxistas e ativistas, que estavam reunidos em Assembleia Geral no anfiteatro do campus. O saldo da ação foi: agressão violenta à centenas de estudantes; 7 estudantes presos e 6 sob custódia. Dentre eles, os camaradas Andreas Coste e Victor Mendez ( foto).

Vídeos comprovam, com imagens chocantes, que a violência partiu da polícia e não dos camaradas.
As repressões e respectivas prisões foram uma tentativa de desmobilizar as ações organizadas contra a Lei ORE, que tem a finalidade de acabar com o acesso universal às universidades em favor de um sistema de seleção. 
Em resposta, os estudantes organizaram, no dia 10, uma outra AG, que contou com a participação de mais de 700 pessoas. Sendo essa, a assembleia mais expressiva, desde o início do movimento de resistência.

Exigimos a libertação imediata dos estudantes e que nenhuma ação legal se mova contra eles. Convocamos todos os estudantes, sindicatos e movimentos sociais à se mobilizarem massivamente contra à repressão, contra a Lei ORE e contra todas as políticas reacionárias do governo.

Libertem nossos camaradas!
Contra a repressão: mobilização!
Estudantes e trabalhadores: unam-se na luta com os trabalhadores ferroviários!

Data post