TODA SOLIDARIEDADE AOS ESTUDANTES CRIMINALIZADOS PELA PUC-SP

Liberdade e Luta PUC-SP

Liberdade e Luta PUC-SPErick Vinicius Borges e Aline Lopes dos Santos, dois estudantes bolsistas da PUC-SP, estão sendo criminalizados pela Fundação São Paulo após a ocupação dos dois prédios da universidade, na semana de 21 a 25 de maio. A Liberdade e Luta é totalmente contrária à judicialização da ocupação e se solidariza com os estudantes criminalizados. O movimento que levou a ocupação foi um movimento político dos estudantes e não pode ser tratado com cassetete e com o aparato repressivo do Estado, como a reitoria e a Fundação São Paulo estão se utilizando.

Nadir Kfouri, uma das antigas reitoras da PUC-SP, já mostrou como se deveria agir com o aparato de repressão do Estado, ao se recusar a cumprimentá-los em um dos episódios contra a Ditadura Militar na universidade. Mas a atual reitoria e a FUNDASP rasgam esse histórico de defesa dos direitos democráticos da universidade e dão as mãos ao Estado para processar os estudantes por suas atividades políticas. Essa não é a primeira vez que a reitoria tenta criminalizar e punir estudantes que exercem seus direitos de organização e manifestação. Precisamos barrar mais esse processo, que soma-se aos ataques antissindicais e antidemocráticos praticados pela instituição.

Repudiamos a criminalização e chamamos todos os estudantes e organizações a adotarem iniciativas comuns para barrar o processo.

LUTAR NÃO É CRIME! PELA IMEDIATA RETIRADA DO PROCESSO!

Data post