Militantes da Liberdade e Luta combatem Lei da Mordaça no Rio de Janeiro

Felipe Araujo

rjcgPublicamos o relato do militante Felipe Araujo do Rio de Janeiro sobre uma atividade em que a Liberdade e Luta participou na cidade: 

Ontem (25/6) participamos da atividade 'Se a cidade fosse nossa', no bairro Campo Grande.

Participaram vários jovens, de diferentes frentes de intervenção e que colocaram suas contribuições para discutir um bairro melhor, uma cidade menos opressora e agressiva para os jovens e trabalhadores.

Nós, da Liberdade e Luta, fizemos uma fala que repudiava a ação criminosa da polícia mexicana, contra os professores e estudantes de Oaxaca. Onde 6 militantes foram mortos, 25 detidos e mais dezenas de feridos.

Apresentamos o abaixo assinado que denúncia a "lei da mordaça", impulsionada pela ONG Escola sem Partido. Que no Brasil tenta criminalizar os educadores e estudantes que se colocam em luta contra o sucateamento da educação pública.

A polícia do México não é muito diferente da polícia brasileira, ambas servem ao interesse da burguesia, e agridem, prendem e matam qualquer militantes que se coloque em luta pra denunciar o capitalismo.

A liberdade e Luta convida todos a assinarem nosso abaixo assinado contra a lei da mordaça.

Seguiremos na luta por liberdade e por uma saída socialista para a crise do capitalismo.

Data post