Escola Sem Partido anuncia seu fim. Vitória da juventude e professores!

Liberdade e Luta

morda%C3%A7a.jpg

O movimento Escola Sem Partido foi criado para “combater a doutrinação nas escolas”. Foi um movimento promovido pela burguesia para atacar a educação e reprimir estudantes e professores, promovendo leis em diversos parlamentos como “mordaças” nas escolas.

Dia 19/07 diversos jornais burgueses anunciaram o fim do movimento Escola Sem Partido. Segundo seu líder, Miguel Nagib, a motivação para encerrar as atividades no dia 01 de agosto foi a falta de apoio de Bolsonaro e do MEC, e a falta de financiamento por parte dos empresários.

A Liberdade e Luta comemora! E faz uma saudação a todos os jovens e professores que fizeram parte da luta contra o Escola Sem Partido. O fim deste movimento reacionário é uma vitória de todos aqueles que não abrem mão das poucas liberdades democráticas que conquistamos até aqui. Mas a luta contra o autoritarismo não acabou.

Vamos seguir organizados para derrotar os demais inimigos da educação. Vamos seguir combatendo as políticas do MEC partem seguem da mesma cartilha capitalista, incluindo as leis que seguem tramitando nos parlamentos para estabelecer mecanismos de censura e perseguição nas escolas, universidades e institutos de pesquisa científica.

Por uma educação livre, sem autoritarismo!

Por uma educação pública, gratuita e para todos, em todos os níveis!

Fora Bolsonaro!

Pelo Socialismo!

Data post