CARTA ABERTA A TODA COMUNIDADE ACADÊMICA DA UDESC

Liberdade e Luta - UDESC

WhatsApp%20Image%202020-03-16%20at%2015.57.26.jpeg

Diante da situação de pandemia em que se encontra o mundo e a chegada do coronavírus - Covid-19 ao Brasil, é fundamental que tratemos a situação de forma muito séria.

Segundo especialistas e os dados já disponíveis, o vírus é de transmissão rápida e há projeções de um crescimento exponencial de casos nas próximas semanas em nosso país.

No dia de hoje (16/03) os números oficiais são de 200 casos confirmados, o vírus já circula no Rio de Janeiro e São Paulo. Em Santa Catarina são 6 casos confirmados e dezenas de suspeitos. Enquanto isso, o governo federal quebra orientação médica de isolamento (como visto nas manifestações pró-governo no dia 15/03), ignora completamente que 7 membros da comitiva que estiveram nos EUA tiveram resultado positivo e declara que existe um alarde sobre o vírus. Do outro lado, Guedes começa a "pensar" em medidas econômicas para a indústria e bancos que podem perder seus lucros com o vírus e ignora os trabalhadores do país, considerando que se as pessoas mudarem sua rotina a economia irá afundar. E, o povo trabalhador, assustado com a possibilidade de por em risco suas famílias e com o olhar para o Sistema de Saúde Pública que foi completamente desmontado no último período.

Diante desta triste realidade, nós acadêmicos de vários cursos da Udesc organizados na Liberdade e Luta, nos dirigimos à comunidade acadêmica que reúne hoje (16/03) órgãos para avaliar a evolução do vírus no estado e a suspensão das aulas e apresentamos um pequeno plano de ação em contribuição ao debate e possíveis ações:

No último período, os ataques às universidades com corte de verbas e difamação da comunidade acadêmica foi a prioridade do governo. Hoje, mais do que nunca, as universidades públicas podem contribuir com a comunidade e mostrar seu valor, a exemplo da USP que mapeou em 48h o vírus, de Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA)  que descobriram uma forma mais rápida de identificar a presença do coronavírus no corpo, da Unesp que suspendeu as aulas para todos os cursos e manteve os cursos da área da saúde funcionando com o objetivo de estudar o vírus e formas de combate do mesmo.

Da mesma forma, entendemos que a Udesc precisa formar uma comissão urgente de Combate ao Corona e ousamos dar as seguintes sugestões, ainda que tenhamos a certeza que os professores e técnicos da Universidade (trabalhadores em geral) terão total condição de avaliar as sugestões e melhorá-las em muito:

- Comissão de calendário e circulação na universidade;

- Comissão de monitoramento do vírus;

- Comissão de higiene e esterilização

- Comissão propaganda;

- Comissão de saúde dos trabalhadores da Universidade;

- Suspensão das aulas (de acordo com o calendário de circulação) para evitar aglomeração e possíveis transmissões do vírus e para que a universidade possa se voltar para ações práticas para a contenção do vírus no Estado.

- Solicitação de crédito financeiro emergencial para atender aos programas que serão desenvolvidos;

Todas as comissões em parceria com os demais campi do estado e, se possível, com a Univille (universidade comunitária). 

A universidade é um local em que as ciências se encontram e todos os cursos devem se unir na contenção da pandemia. Certamente, a Udesc tem potencial de ajudar cientificamente com a contenção do vírus. Citamos aqui exemplos do quanto os cursos podem contribuir neste momento.

No curso de Química, estudantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) organizaram projeto onde discutiram com os estudantes do ensino médio métodos práticos de se prevenir de gripes e produziram álcool em gel nas salas de aula. Devido à esta experiência anterior, a Liberdade e Luta sugere a organização de grupos de acadêmicos da Udesc para produzirem na Udesc álcool em gel e a universidade distribuir para comunidades carentes, escolas de ensino médio e creches, por exemplo.

No campus de Florianópolis, há o curso de Design que pode ajudar na propaganda e informativos sobre o Corona; os cursos de engenharia têm estudos de peso sobre esterilização de ambientes que podem ajudar neste momento em postos de saúde, escolas e espaços públicos.

A universidade pública hoje contribui de todas as formas com a sociedade, tanto na formação de profissionais como no desenvolvimento de pesquisas. Neste momento a Universidade Pública demonstrar sua preocupação com a sociedade e desenvolver métodos práticos para a saúde da população é uma forma de mostrar na prática o que é a universidade.

Estamos à disposição da comunidade acadêmica para contribuir neste debate e nas possíveis ações. 

Por uma educação pública, gratuita e para todos!

Fora Bolsonaro!

Joinville, 16 de Março de 2020

 

Jonathan - 47 9 96426901

Henrique - 47 9 88602527

Data post