permanência estudantil

Fim das refeições subsidiadas aos pós-graduandos da Ufam: um novo ataque à universidade.

Liberdade e Luta

1200_RU_UFPRDIEGO_PISANTE.jpg

 

No fim de 2018, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) da Universidade Federa do Amazonas (Ufam) informou aos coordenadores dos programas de pós-graduação da universidade que, a partir de janeiro de 2019, os estudantes de pós-graduação não teriam mais direito às refeições subsidiadas no Restaurante Universitário (RU).

Por Nenhuma Residência a Menos!

Liberdade e Luta - Ceará
ufc

Em 2015, ainda no governo Dilma, foi cortado R$ 10,5 bilhões do Ministério da Educação (MEC). Curiosamente, este foi o ano em que a presidenta escolheu como slogan de campanha “Pátria Educadora” para o seu segundo mandato. Desde então, são cortadas bolsas de programas de iniciação à docência e científica, programas de extensão, de assistência e etc.

Inscrever-se em permanência estudantil