educação pública gratuita e para todos

Somente a luta pela Educação Pública pode salvar as universidades em crise

Evandro Colzani
unicrise

No último dia 24 os servidores públicos e funcionários terceirizados da Universidade de Brasília (UnB) entraram em greve para defender os terceirizados ameaçados de demissão. Alguns dias antes, 12 de abril, estudantes já haviam ocupado a reitoria da universidade com base na mesma pauta.

PIBID fica, Temer sai!

Nathália Kons*
pbid

Os ataques do governo de Michel Temer e do Congresso Nacional à educação continuam e se aprofundam desde o ensino básico ao ensino superior, reduzindo recursos, sucateando escolas e universidades, cortando na carne dos estudantes os investimentos públicos com a clara intenção de restringir o acesso ao ensino às instituições privadas, enquanto precariza a educação pública.

Professores de Manaus nas ruas: onde está o dinheiro do FUNDEB?

Felipe Libório
fundeb

Nessa terça-feira (12/09), os professores da rede pública municipal de Manaus farão um dia de paralisação para cobrar do prefeito Arthur Neto (PSDB) a distribuição dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Encerra o primeiro Acampamento Regional de Joinville

Aline Seitenfus
fogueira

No domingo (10/9) encerrou o primeiro Acampamento Regional da Juventude, realizado em Joinville. Durante três dias, dezenas de jovens estiveram reunidos discutindo a situação política nacional e internacional. O retorno à rotina é carregado de novos aprendizados e da certeza da necessidade de construir uma sociedade socialista.

Câmara rejeita PEC que permitia cobrança de pós-graduação em universidade pública

João Diego Leite
cobrancapos

No  dia 29/3, a Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 395/14. A proposta recebeu 304 votos favoráveis, mas precisava de 308 para ser aprovada. Outros 139 deputados federais votaram contra. Com o resultado, a PEC será arquivada.

PEC 395/14 acelera privatização da universidade pública 

João Diego Leite
pec395

Deputados Federais devem votar amanhã (22/03), em sessão extraordinária, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 395/14, caso seja aprovada, as universidades terão autonomia para ofertar cursos pagos de extensão, pós-graduação latu sensu e mestrados profissionais. A exceção será para os programas de residência (em saúde) e de formação de profissionais na área de ensino, esses continuarão gratuitos.

Inscrever-se em educação pública gratuita e para todos