universitários

Lutar pela revogação do aumento da mensalidade!

Liberdade e Luta -Univille

Na última quarta-feira (22/03) o núcleo da Liberdade e Luta na UNIVILLE marcou presença na assembleia geral convocada pelo DCE.

A pauta era dividida em dois pontos: a discussão sobre o aumento das mensalidades e a homologação de uma direção provisória para a entidade.

Lamentavelmente, de um universo de mais de 8 mil estudantes matriculados na instituição, somente estiveram presentes cerca de 130, nítido reflexo da falta de diálogo do DCE com a sua base.

Lutar pela redução das mensalidades

Gabriel Pinho
redução mens

Uma das grandes dificuldades enfrentadas pela juventude é o acesso à universidade. Atualmente, aproximadamente 7 milhões de jovens estão no ensino superior. Desse total, cerca de 76% estudam em Instituições de Ensino Superior (IES) privadas. Somando-se ao baixo número de vagas ofertadas nas públicas, o alto valor das mensalidades dificulta o acesso da juventude às salas de aula.

Contra o congelamento das vagas das Universidades Federais

Gabriel Pinho

unifedQuinta-feira, 11 de agosto de 2016, Governo Temer anuncia o corte de até 45% dos investimentos nas Universidades Federais para 2017. Quinta-feira, 06 de outubro de 2016, o número de matrículas no ensino superior privado passa de 6 milhões, representando 87,5% das matrículas no país. Terça-feira, 29 de novembro de 2016, fundos de investimento miram o ensino superior privado.

Prouni e Fies sustentaram o ensino privado, enquanto maioria ficou fora da universidade

Lucy Dias

ensino privadoO Estado brasileiro, nos últimos 13 anos, buscou aplicar políticas para alinhar os interesses antagônicos dos setores explorados e daqueles mais poderosos. É possível fazer essas políticas se existem reservas ou emitindo moeda para financiamento e abrir espaço para o capital privado entrar.

Para barrar os ataques: Greve Nacional na Educação

Gabriel Pinho

foratGarantir educação pública, gratuita e para todos nunca fez parte dos planos da burguesia. Em verdade, foi justamente o contrário que vimos no decorrer das últimas décadas. Privatização e terceirização dos serviços públicos estão na ordem do dia, e uma das consequências, é o amplo processo de precarização e desmantelamento do ensino superior público.

Inscrever-se em universitários