lei da mordaça

Escola Sem Partido em Florianópolis: uma nova investida do MBL

Liberdade e Luta - Florianópolis

lei-da-morda%C3%A7a-1.jpgNo último 24 de setembro, o vereador de São Paulo, Fernando Holiday, esteve na Câmara de Vereadores de Florianópolis para proferir uma palestra a favor do projeto “Escola Sem Partido”, projeto este encabeçado pelo Movimento Brasil Livre (MBL). Sua presença se deu a convite do vereador em exercício e candidato a deputado estadual Ramiro Zinder (DEM), líder do MBL em Santa Catarina.

“Meus filhos, minhas regras!”: As tentativas da Escola Sem Partido em Florianópolis

Cecília da Silva (Liberdade e Luta – Florianópolis)
escolafloripa

Na última terça-feira (15 de agosto), o movimento de extrema direita MBL (Movimento Brasil Livre) convocou manifestações em todo o Brasil com o objetivo de protocolar nas assembleias legislativas e câmaras municipais o projeto de lei chamado “Escola Sem Partido”.

Um relato sobre como vencer a Lei da Mordaça

Mell Pecóis

mordcgDesde o fim do ano passado, em novembro, o projeto Escola Sem Partido (ESP) vem ganhando repercussão nacional quando fora apresentado na Assembléia Legislativa de Alagoas. A partir de sua fundação, em 2004, a ONG recebeu atenção da escória política como Flávio Bolsonaro no Rio de janeiro e Marcel Van Hattem no Rio Grande do Sul.

Inscrever-se em lei da mordaça