educação

O Marketing da Caridade: a Volkswagen e o Colégio Estadual do Paraná

Fabiano Stoiev
pr

Com toda a pompa e banda, no dia 06 de dezembro, o governador Beto Richa apresentou o projeto de restauração do prédio do Colégio Estadual do Paraná, em parceria com a empresa Volkswagen. O projeto leva a assinatura do escritório da PJJ Malucelli Arquitetura e a reforma está orçada em módicos R$ 20 milhões.

Enem e Direitos Humanos: Quando é crime não poder fazer apologia ao crime!

Cecília Silva
enem

Uma semana antes da realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a justiça acata o pedido do Movimento Escola Sem Partido para suprimir dois pontos relacionados à avaliação da redação do presente exame: a anulação da redação por conter mensagem que desrespeite os direitos humanos e uma das competências avaliadas na prova, a saber, a competência 5 que fala “elaborar proposta de interven

Por que a juventude precisa defender a revolução venezuelana?

Mayara Colzani
venezuelajuv

Há um grande esforço da mídia em distorcer os acontecimentos na Venezuela, que é um país onde a população conquistou enormes avanços sociais, econômicos e políticos. Mas o objetivo é justamente que o exemplo da Venezuela, que vai contra esse sistema apodrecido, não seja conhecido. 

Reforma do Ensino Médio é combatida em seminário da Universidade da Região de Joinville

Bruna dos Reis
reformaens

Ontem (12/7) foi mais um dia em que os militantes da Liberdade e Luta, juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (SINTE Joinville), conversaram com alunos, pais e professores, explicando que a Reforma do Ensino Médio representa o fim da educação pública e gratuita.

Para barrar os ataques: Greve Nacional na Educação

Gabriel Pinho

foratGarantir educação pública, gratuita e para todos nunca fez parte dos planos da burguesia. Em verdade, foi justamente o contrário que vimos no decorrer das últimas décadas. Privatização e terceirização dos serviços públicos estão na ordem do dia, e uma das consequências, é o amplo processo de precarização e desmantelamento do ensino superior público.

É preciso nacionalizar a luta contra a MP 746 e PEC 241

Renato Vivan

ocupaprSão 735 Colégios, 11 Universidades e 03 núcleos regionais de educação ocupados no Paraná. Os números não param de crescer. A luta travada pelos estudantes secundaristas e, agora também universitários, é extraordinária. Esse movimento extremamente vigoroso contra a MP 746 (Reforma do Ensino Médio) e a PEC 241 (Congelamento do investimento público por 20 anos) colocou o governo Beto Richa na parede.

Inscrever-se em educação