A voz do proletariado

lahs

 

Kátia Surreal
kokolo
Trecho da obra de Diego Rivera "Homem, controlador do universo" em homenagem à Trotsky, 1934. 

Apresentamos abaixo poema escrito por Kátia Surreal inspirado na leitura e discussão do Programa de Transição, a agonia mortal do capitalismo e as tarefas da IV Internacional 

 

Vamos, vanguarda,

de trote pelos quatro cantos

com Trotsky, revolucionando

 

ilimitadas convulsões

movimentos invadindo fábricas

e a nossa tática, camaradas,

não para por aí...

 

pois saibam que esta aqui

é a voz do quarto programa

que se ecoa duma angústia profunda

em findar esta miserável estrutura

o proletário então proclama:

 

– sem mais estas

de abstrações patéticas!

as falsas neutralidades

e as “defesas patrióticas”

são bostas mórbidas

perante a nossa ótica!

 

caminharemos de mãos dadas

armadas, se for preciso,

no combate contra o inimigo

o cruel capitalismo

 

na estratégica transição

arruinaremos o sectarismo,

burocratismos, carreirismos

e outros “ismos” secretos,

repletos de privilégios

 

Justiça à juventude,

à mulher que trabalha

são nossos decretos

que, pelo mundo,

se espalha

 

e vamos, vanguarda,

de trote pelos quatro cantos

com Trostsky, Lenin, Marx

espalhando o socialismo

por todas as partes!

 

e a cavalo, o capitalismo

vai entrando em decomposição

enquanto vamos gritando:

– não à submissão!

que venha a revolução!

 

Niterói, 13 de abril de 2021.

Data post