Passando a Boiada”: A Venda das Riquezas Nacionais e a Destruição Ambiental

Liberdade e Luta - Joinville
asdcv
Imagem: Shell Brasil

Nesta quinta-feira (07/10), a Agência Nacional de Petróleo (ANP), orientada pelas políticas do mercado, do Estado burguês e do governo Bolsonaro, colocou em leilão 92 blocos de exploração de petróleo e gás natural. Entretanto, a tentativa foi um fracasso, tanto por apenas 5 destes blocos ofertados terem sido arrematados, quanto pelo próprio dinheiro arrecadado, não passando dos R$ 37 milhões. Ainda assim, foi mais uma demonstração de servidão aos interesses imperialistas, onde podemos mencionar a multinacional petrolífera Shell como a principal vencedora, que passará a ter 28 blocos exploratórios no Brasil, além de um campo em desenvolvimento e 14 campos em produção.

Esse leilão também deixou claro a possibilidade de impactos devastadores para o ecossistema de recifes brasileiros, pois dentre os 92 blocos à venda estava a Cadeia de Fernando de Noronha e a reserva biológica Atol das Rocas. Estes são espaços salvaguardados como Patrimônio Natural Mundial pela UNESCO desde 2001, mas não passam incólume pelo regime capitalista em sua fase superior de decadência e destruição. 

Antes do leilão houve uma ampla mobilização entre ativistas ambientalistas, cientistas e pesquisadores da área, que explicaram que as arrecadações financeiras destes blocos não justificariam o prejuízo da exploração destas regiões, principalmente com as alternativas energéticas disponíveis. 

Tais manifestações podem ter afastado os arremates deste leilão, mas sabemos que para o capitalismo e para governos como o de Bolsonaro, a anarquia do mercado e o lucro burguês são os únicos dados planejados e que lhes importam. 

Neste modo produtivo as riquezas produzidas pelos trabalhadores, a nossa própria força de trabalho e as riquezas naturais do planeta são meras mercadorias, que devem estar expostas no mercado livre das transações. Por isso nossa luta possui somente uma solução: Revolução! 

Para que sejamos capazes de destruir esse regime de exploração e morte, precisamos nos organizar e lutar pelo socialismo. Por isso, convidamos você a participar da Conferência Nacional da Liberdade e Luta no dia 23 de outubro. Inscreva-se no link!

Junte-se à Liberdade e Luta!

Data post