Conferência Nacional da Liberdade e Luta prepara os próximos passos de nossa atuação na juventude

Lucy Dias
ijash

O último encontro nacional da Liberdade e Luta com caráter de conferência havia sido realizado em 2019 no Acampamento Revolucionário em Florianópolis-SC. Em 2020, já em contexto de pandemia, realizamos o Encontro Nacional Online da Juventude pelo Fora Bolsonaro, onde aprofundamos nossa compreensão sobre a luta pela educação, transporte e saúde públicos, gratuitos e para todos; discutimos a origem e a luta pelo fim do pagamento da Dívida Pública e, em uma situação onde as manifestações de rua começavam a ser retomadas e a palavra de ordem Fora Bolsonaro seguia sendo abafada pela maioria das organizações de esquerda, tivemos a ousadia de levantar essa consigna como lema de nosso encontro e ações.  

Em 2021 a Coordenação Nacional da Liberdade e Luta, impulsionada pela Esquerda Marxista, decide retomar a construção de núcleos de base, com o objetivo de criar e desenvolver suas raízes no movimento estudantil universitário e secundarista, bem como entre a juventude trabalhadora. Atividades de discussão teórica, conjuntural, histórica e ações foram desenvolvidas de julho a outubro com o objetivo de estabelecer os primeiros núcleos e preparar a participação na Conferência Nacional da Liberdade e Luta realizada em 23/10/2021.

yhbg
Camaradas de Joinville-SC reunidos para assistir a Conferência Nacional da Liberdade e Luta

A Conferência reuniu cerca de 100 camaradas a nível nacional, sendo a maioria composta por militantes da Liberdade e Luta e seus simpatizantes. A maior parte das conexões foram individuais, mas em Joinville-SC e em Bauru-SP os camaradas organizaram pequenas delegações para assistir presencialmente a conferência. São notáveis o entusiasmo e a grande disposição que essas atividades presenciais deram aos nossos camaradas nesses locais, mostrando que, as próximas atividades da Liberdade e Luta até o final do ano devem buscar ao máximo que sua realização seja presencial, através de panfletagens nas escolas, terminais e locais de trabalho, rodas de conversa em praças e parques, seguindo sempre as recomendações sanitárias para a segurança de todos.

gbhgv
Camaradas de Bauru-SP reunidos para assistir a Conferência Nacional da Liberdade e Luta

Essas atividades agora contam com um importante aporte teórico e de análise de fundo com as quatro resoluções que foram aprovadas que apontam o caminho para nossa atuação no próximo período.

A resolução de conjuntura responde as questões da crise capitalista e de suas contradições, sobre porque Bolsonaro e seu governo não caiu ainda se há tanta insatisfação, as perspectivas para 2022 e um possível governo Lula, bem como a continuidade de nossa luta para agrupar jovens combatentes por Abaixo Bolsonaro Já, por um governo dos trabalhadores sem patrões nem generais. Essa resolução aponta como perspectivas de ação as calouradas de 2022, a edição de uma brochura sobre a história das revoluções latino-americanas, o lançamento de um novo site para melhorar nosso trabalho de propaganda virtual e discussões sobre a tática da Frente Única e URSS.

A resolução sobre jovens trabalhadores, escrita a partir da Resolução da IV Internacional Sobre a Juventude, aponta um conjunto de demandas transitórias, o combate a integração dos sindicatos ao Estado e os eixos para nossas ações.

A resolução sobre jovens secundaristas que, partindo do passado e da história recente das lutas secundaristas, além da situação atual dessa importante camarada da juventude estudantil, estabelece as demandas transitórias para atuação, os métodos e tradições que podemos aprender com o movimento operário e os eixos de ação centrados no combate a aplicação da reforma do ensino médio, na consolidação de material de apoio teórico às reivindicações secundaristas, bem como na organização de grêmios estudantis com os princípios dos sindicato de estudantes.

A resolução sobre jovens universitários analisa a situação decadente da produção científica e das Universidades sob o imperialismo e aponta a luta intransigente contra os cortes e ataques do governo Bolsonaro à educação e ciência, na linha de defesa da educação pública, gratuita e para todos. Também o combate as ideias pós-modernas e anticientíficas nas academias a partir do estudo do marxismo, bem como o combate à situação de paralisia do movimento estudantil, devido a política traidora das direções estudantis, através da participação das eleições de centros acadêmicos, diretórios e DCEs com um programa independente e revolucionário. Essa resolução também aponta como tema para o 3º seminário em defesa da educação pública, gratuita e para todos os temas “o combate à aplicação da reforma do ensino” e “pedagogia do oprimido ou marxismo”.

Nessa conferência ficou evidente a necessidade de ampliar nossa elaboração sobre temas teóricos ligados a educação. No 1º seminário da educação, iniciativa da Esquerda Marxista e Liberdade e Luta, (jun/20) discutimos o direito e a história da educação pública, gratuita e para todos e a Liberdade e Independência Sindical dos trabalhadores em educação no Brasil. Já no 2º seminário (abr/21) discutimos as experiências e conquistas da educação soviética (com forte ênfase no trabalho de Krupskaia) e como construir uma direção revolucionária em educação. Para o 3º seminário da educação a ser realizado em 2022, além da pedagogia de Paulo Freire, que será um dos temas centrais, tomaremos como tarefa a elaboração uma série de artigos preparatórios sobre nossa análise da obra de autores como Vygotsky, Demerval Saviani etc.

Essas resoluções e temas serão cuidadosamente refletidos e planos de trabalho serão organizados pela nova Coordenação Nacional (CN) da Liberdade e Luta eleita durante a conferência. Para desenvolvermos a aplicação prática das resoluções, a CN organizará uma divisão de responsabilidades entre seus membros e preparação de subcomissões necessárias para promover o trabalho nas redes sociais e etc.

Por fim, realizamos uma vitoriosa coleta para o lançamento da brochura comemorativa de cinco anos da Liberdade e Luta. “Sou Liberdade e Luta” tem 70 páginas para contar nossa história e é o mais novo material de apresentação da nossa organização. Ela está disponível em PDF e Yumpu por enquanto e você pode nos ajudar a financiar esse material e nossas ações comprando um exemplar no site da Livraria Marxista ou com algum camarada.

asdcf
Capa e contracapa da nova brochura da Liberdade e Luta

Como parte da retomada segura para as atividades presenciais para o próximo ano temos a perspectiva da impressão das mais recentes brochuras da Liberdade e Luta: “Sou Liberdade e Luta”; “A luta pela educação pública, gratuita e para todos: questões do movimento estudantil” e “Marx Estava Certo”. Esses materiais nos servirão para compor bancas nas escolas, universidades, praças e locais de trabalho, além de autofinanciar nossa organização, garantido nossa independência total da burguesia e nosso enraizamento com jovens e trabalhadores por uma perspectiva revolucionária e socialista!

A conferência foi um importante passo para o desenvolvimento dos nossos próximos passos na atuação junto a juventude, não só em termos de elaboração, mas também da experiência de uma nova camada de camaradas jovens que estão se destacando como dirigentes em formação. Semeamos nesta conferência. Com um trabalho paciente e sistemático vamos colher os frutos no próximo período!

 

Data post