racismo

lahs

 

Áurea a quem mesmo?‏

Nathan Belcavello

leiaNas aulas de História que já ministrei como licenciado em Geografia (distorções do ensino público), ou mesmo nas aulas de Geografia, quando tratava da denominada “Lei Áurea” (nome nada despretensioso!), indagava aos alunos (todos pobres e, na grande maioria, negros) das turmas de Educação de Jovens e Adultos se já haviam lido a tal lei e se sabiam quantos artigos a mesma tem.

Liberdade e Luta e MNS discutem a luta contra o racismo no 13 de maio

Ariele Efting e Mayara Colzani
mnsll1

No último 13 de maio, sábado, o núcleo da Liberdade e Luta Joinville (SC), juntamente com o Movimento Negro Socialista (MNS) realizou uma atividade com o objetivo de discutir a luta contra o racismo nas universidades, nos ambientes de trabalho e também sua perspectiva histórica.

O racismo faz mais vítimas: Nem dentro das escolas nossos jovens estão seguros

Felipe Araujo
racismo

Nesta quinta-feira (30/3), uma adolescente foi morta dentro de uma escola, no bairro de Acarí, no Rio de Janeiro. Maria Eduarda, de apenas 13 anos, foi atingida por três balas, enquanto treinava na quadra da escola. No lado de fora, no muro da escola, a polícia disparava contra os acusados de participação no crime organizado.

Pelo fim do assassinato dos negros!

Felipe Araujo*

Imagem 1

Não é só no Brasil que os negros são assassinados pela polícia. Nos EUA o racismo e a violência policial também são recorrentes. Na semana passada, mais um trabalhador negro foi morto pela polícia na frente de sua família. Sua esposa fez um vídeo do momento da ação e publicou na internet. Isso gerou revolta em milhares de pessoas, que foram às ruas por vários dias seguidos,  pedir o fim do racismo e dos assassinatos policiais.

13 DE MAIO : Um marco de luta e de resistência!

Ariele Efting

maioNo último 13 de maio, completou-se 128 anos da assinatura da chamada “Lei Aurea”, que proporcionou a abolição da escravidão no Brasil. Essa data foi um marco para a população negra e para todo o povo brasileiro e por isso é muito importante compreender o que significou  o 13 de maio para os brasileiros e qual a sua herança no dias atuais.

Mas quem pensa que a abolição da escravidão foi resultado do desenvolvimento e das transformações do mundo velho ou apenas  bondade da Princesa Isabel e da burguesia, está enganado. Ela foi resultado da luta contra a pilhagem, exploração e opressão. Veio da luta dos quilombos, da luta de Zumbi dos Palmares, das revoltas dos Jangadeiros do Ceará, Cabanagem, Balaiada, Revolta dos Malês e de outras inúmeras revoltas.

Inscrever-se em racismo